terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Sinceramente

Sinceramente eu acho que sou otária, que sou boba, fico fazendo um monte de burrada e depois fico com essas burradas em minha mente. Será que seu eu não fosse essa menina impulsiva e que mete os pés pelas mãos ia ser diferente.
Sera que você ia parar de fazer esse jogo chato comigo. Sera que esse jogo ia mesmo parar? E se parasse você ia embora, ou quem ia embora primeiro era eu?
To farta disso, to farta de sentir isso. Sinceramente eu não preciso disso, não preciso de você! - Disse eu a ele, apenas em meu pensamento. Nunca tenho coragem de arriscar de dar mais um passo, de ir atrás daquilo que eu sei que vou me arrepender. Por que não correr esse risco? Preciso me aventurar uma unica e valiosa vez.
É tão mais fácil fazer coisas assim quando não envolve uma serie de coisas. Entre elas o amor. Esse amor que me persegue, que me faz errar por diversas vezes. Quer saber, eu sou boba mesmo, sou medrosa e um pouco infantil.
Esse é o medo de errar que eu erro ainda mais, será que existe alguém assim também? Quem mete os pés pelas mãos, que erra tentando acertar. Que não tem coragem de ir fazer umas bobagens mas que mesmo assim faz um monte delas.
Será que esta sou apenas eu mesma? Sera que essa menina toda errada é só eu mesma?
Tenho tantas perguntas sem resposta dentro de mim, vocês não tem ideia sobre o que elas fazem com a minha mente, e pior ainda com o meu coração. Serio, as vezes da ate aquela vontade de sumir. Sumir daqui ir para um lugar distante, onde eu realmente não conhecesse ninguém, e começar do zero.
O problema é que tudo isso me persegue e acho que ate em Marte isso talvez viesse a acontecer. Quer saber não tem jeito, seja em Astolfo Dutra, Juiz de Fora, Rio de Janeiro, Marte eu ia continuar sendo essa menina/ mulher complicada que sou.
Eu sou assim e ele deve gostar de mim sendo assim, complicada, que dar enormes gargalhadas, que fala alto, que é simpática com todo mundo, que abre a boca com aquele sorriso ate pros cachorros da rua. Não adianta tentar me mudar eu sou assim, não gosto de injustiça e as vezes falo ate sozinha ( as vezes não, sempre!). Gosta de mim quem quer.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo