segunda-feira, 27 de abril de 2015

Cartas de Elisa (Serie: Diário de Elisa)

Entre juras e juras tudo se desfez. Tudo bem você ate quis mais do que poderia te dar naquele momento. Mas só vi que tinha acabado quando naquela noite, debaixo daquela chuva você me acordou para realidade. Eu dizia que te amava e você dizia que precisava ir.
Você dizia que tudo que você tocava se desfazia e eu só precisava de um sorriso seu. Sua partida foi tão dura que no meio da estrada continuei por horas. Sabe Damon eu esperava mais de você. Parada ali no meio da rodovia uma luz forte chegou. Um ônibus parou quase perto de mim. Dele desceu uma galerinha da minha faculdade. Todos ficaram surpresos comigo parada ali e aos prantos.
Me encheram de perguntas, eu os ouvia mas não conseguia prestar atenção. Quando de dentro do ônibus desceu a Rafa, ela me olhou e me levou para dentro do ônibus.
Todos comentaram e perguntaram se eu estava bem. A Rafa pediu que morresse o assunto e que eu ia ficar bem. Mas eu não fiquei bem. Quando cheguei em casa não conseguia parar de pensar nas palavras dele, nos movimentos, em tudo. Ele se foi e eu fiquei. E não é o fim é apenas o começo de uma longa batalha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo