quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Paixão de Escola: Parte 4

Então depois que ele saiu da minha casa, recolhi as coisas da mesa, e coloquei na pia, fui ate meu quarto, e fui escolher um vestido para festa. Tudo estava perfeito ate meu celular tocar, era o Eric, perguntou se eu estava bem e eu disse que sim, acabei perguntando se ele não ia vim mesmo para me ver, ele me disse que estava apertado com trabalhos e provas da faculdade e ele não poderia me ver naquele fim de semana e eu fiquei feliz, e desliguei o telefone. Eu não queria ter ficado feliz, queria ter ficado triste com saudades dele, mas enfim, não fiquei.
O tempo passou e resolvi sair e ir ate uma lanchonete ali perto para almoçar, eu não sabia cozinhar mas meu pai tinha deixado dinheiro para eu virar, e era isso que ia fazer. Fui ate a lanchonete e ele estava lá com o Breno, e quando eu entrei pela porta que toda vez que abria tocava um sininho ele cutucou o Leandro e eles olharam para mim, e ele sorriu e acenou, eu não contive meu sorriso e sorri também, me sentei em uma mesa próxima a eles.
Eu acabei pedindo macarrão mesmo, e coca, mesmo querendo começar um regime não conseguia largar os vícios, então pedi. O sininho tocou novamente, entrou pela porta uma garota loira, ela chegou falando alto, e sentou do lado do Breno, ria igual uma louca, falava e falava, e não calava a boca. Ele olhou para mim e eu olhei para ele, a menina sacou os olhares e começou a falar "ah Lele ah Lele". Nessa hora eu fiquei vermelha, não pude me conter, minha vontade era de ter ido embora, mas já tinha pedido, e não podia sair correndo de lá, seria motivo para virar falação, e isso eu não queria. Então fiquei quieta, fingi que não estava vendo eles, até a menina ir embora, ele chegou perto de mim e pediu desculpas, eu disse a ele que não tinha problema, ele peguntou se podia sentar comigo, eu nem exitei, deixei.
Nossos pratos chegaram, "Macarrão na chapa?" "É, porque?" "É meu preferido" sorri e a gente ficou conversando. A gente acabou de comer, ele pagou a conta e disse que precisava ir, e me disse que as sete passava na minha casa, e foi embora.
Então resolvi ir também, era muito esquisito a casa dele ser justo em frente a minha, e o quarto dele também, mas eu tinha gostado disso
O tempo foi passando e já era seis da tarde, minha roupa já estava em cima da cama, já tinha escolhido o sapato, então comecei a me arrumar, quando o telefone toca, era o Eric, perguntando se eu estava bem, e dizendo que estava com saudade, também me perguntou de eu já estava na cama, então eu disse que sim e desliguei. Eu não queria mentir, mas não podia dizer a verdade.
Eram sete horas e eu já estava pronta, e ele não tinha chegado. Fiquei esperando e nada dele aparecer.








2 comentários:

  1. Ai meu deus! Louca para a próxima parte, tô amando Bia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ai que bom que você esta gostando Madu, a próxima sai em breve!

      Excluir

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo